Algumas cidades podem ser mais bem conhecidas pelo paladar. Nada como degustar uma paella em Sevilha ou Valência. Essas cidades carregam consigo os aromas únicos e os sabores açoitados por mares e tempestades. Uma paella é sempre uma ocasião festiva. Sentimo-nos como que participando de algum ritual da antiga Roma, em plena Península Ibérica. Algo de sagrado vai par ao fogo quando se planeja uma paella legítima. Os rostos brilham, os olhos desatam a falar e a história passa a ser degustada.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado