Livros Publicados

Macabéa vai ao Cinema

Capa do Livro Macabéria vai ao Cinema

“Muitos denominam ADAPTAÇÃO a dificil tarefa de transpor um texto literario original para a linguagem do cinema. A meu ver é mais do que isso: é uma TRANSMUTAÇÃO. Ao fazê-lo, criamos uma nova obra a partir da obra original.O que isso quer dizer? Significa que nessa tarefa o roteirista deve respeitar o espirito da obra original e simultaneamente recriar essa nova obr , usando suas experiências pessoais, existenciais , emocionai e anexá-las com criatividade e respeito para a linguagem cinematográfica. Conclusão :ele adentra o universo do autor original mas imprime sua visao pessoal de roteirista. Urge analisar o espirito da obra literaria e presevar seu cerne original para depois imprimir com criatividade sua visao pessoal. Washington Araújo em seu trabalho soube analisar com emoção, competencia, e sensibilidade inteligente, a transmutação /roterização que fizemos do texto literario de Clarice Lispector para o Cinema. Agradeço essa análise e recomendo seu trabalho.”
– Suzana Amaral

O despertar dos anjos

Capa do Livro Despertar dos Anjos

Aborda questões como misticismo, símbolos sagrados e a rica espiritualidade da humanidade que tem nos anjos seu símbolo maior. Uma pesquisa por livros sagrados tão diversos quanto o Pentateuco e o Bhagavad-Gita, Novo Testamento e o Alcorão, passando ainda pelo Zend-Avesta e o Kitáb-i-Iqán, o autor revira a história em busca dos seres alados que tanto apaixonam o inconsciente coletivo da raça humana. Dom Paulo Evaristo Arns, Frei Betto, Roberto Crema expressaram seu louvor por essa obra singular.

Leia Excertos do livro | Apreciações

Nova Ordem Mundial, Novos Paradigmas

Capa do Livro Nova Ordem Mundial, Novos Paradigmas

Coletânea de ensaios e crônicas publicados em mais de uma dezena de jornais do país. O autor aborda desde a questão dos povos indígenas até o drama dos meninos de rua, passando por amplas reflexões sobre a “ética” do jeitinho brasileiro, o racismo camuflado nas relações sociais, a perseguição sistemática aos bahá’ís no Irã, a longa odisséia de mulher para ser tratada com dignidade, uma jovem Leonora no cais do Porto da Praça Mauá do Rio de Janeiro em pleno 1921

Leia Excertos do livro | Apreciações

Shoghi Effendi – Um tributo

Capa do Livro Shoghi Effendi - Um tributo

A vida, o pensamento e obra que Shoghi Effendi (1897-1957) legou ao mundo é o tema central de um tributo único: é o implementador magistral da visão enunciada no século passado por Bahá’u’lláh (1817-1892) de que “a Terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos”. É também a primeira biografia publicada em português sobre este pensador único e que tão bem conjugou habilidades de administrador de toda uma comunidade mundial, escritor, tradutor e até paisagista… Shoghi Effendi é autor, dentre outras obras, de “World Order of Bahá’u’lláh”, “Citadel of the Faith”, “God Passes By”, “The Promised Day has Come”, dentre outras obras magistrais.

Leia Excertos do livro

Introdução Pensamento de Bahá’u’lláh

Capa do Livro Introdução Pensamento de Bahá'u'lláh

Um perfil biográfico de Bahá’u’lláh, o Fundador da Fé Bahá’í e uma coletânea de dezenas de suas assertivas, pensamentos e outros escritos. Neste livro o autor delineia um Personagem inigualável em seu amor pela humanidade, em sua proposta de uma civilização mundial edificada no coração humano… Bahá’u’lláh abre um canal para os sopros do espírito e alacanca a humanidade para o novo milênio. Gandhi, Zamenhof, Romain Rolland, Leon Tolstoy, Kahlil Gibran são alguns luminares que rendem louvores à obra desse Educador Divino e que são mencionados neste livro.

Leia Excertos do livro

Estamos Desaparecendo da Terra

Capa do Livro Estamos Desaparecendo da Terra

Os 500 anos da América na Visão dos Indígenas foi o tema apresentado durante a Cúpula da Terra (Eco 92, Rio de Janeiro). Nesta obra, por sinal, seu livro de estréia, Washington Araújo apresenta o “outro lado” da descoberta da América: o genocídio brutal de povos e culturas, o soterramento de suas tradições, idiomas e artes e a imensa solidão de espírito a que relegamos seus descendentes cinco séculos depois. Prefaciado por Hermógenes, já se encontra em sua terceira edição na Espanha. Segundo Pedro Casaldáliga deveria ser “a Bíblia dos povos indígenas na América”.

Leia Excertos do livro | Apreciações

El Olvido Está Lleno de Memória

Capa do Livro El Olvido Está Lleno de Memória

Inédito ainda em português, este livro traz uma visão otimista do futuro dos povos indígenas na América. Como o título indica, O ESQUECIMENTO ESTÁ CHEIO DE MEMÓRIA apresenta a questão que incendeia Chiapas, passa pelos Zapotecas e Mistecas e das monumentais pirâmides da Lua e do Sol no México. O texto propõe mudanças de atitudes tanto por parte dos governantes quanto da sociedade civil no trato das questões indígenas. A capa é de Toledo, o mais proeminente pintor mexicano da atualidade e o prefácio é escrito por Antonio Velasco Piña, autor de “O Retorno do Sagrado” e o épico “Regina”.

Viajar é Preciso

Capa do Livro Viajar é Preciso

“Washington Araújo celebra a delícia que é o estar num outro lugar, numa outra geografia, comungando do modo de ser e das vivências de dintintos povos do planeta. Em cada lugar, uma nova paisagem, um novo olhar, um odor específico e inconfundível. Em cada rua, rastros de lembranças, memórias claras ou difusas de uma casa, um lago, um quadro, um templo. Para um viajor atento como ele, até o silêncio ou um pio de pássaro são referenciais para uma aventura original e poética. Mesmo o frio desolador de certas regiões (que nos faz refletir sobre a capacidade humana, unicamente humana, de adaptar-se a qualquer clima ou espaço do vasto e misterioso globo terrestre) transparece a Washington como motivo para uma narrativa, uma bela narrativa. Caminhar nas páginas deste livro é seguir pelas mãos do autor, por cenários em que, mais que a paisagem, o que importa mesmo é poder compreender e abraçar mundos de gente.”

Leia Excertos do livro | Reportagem na Tribuna do Norte

Cuba: Cantando em lágrima viva

Capa do Livro Cuba: Cantando em lágrima viva

Reflexão sobre o fim das ideologias e também sobre a emergência inevitável de um novo modelo de liderança. Escrito em apenas 17 dias, é uma narrativa apaixonante sobre esta ilha que tanto simboliza a utopia latinoamericana. Visitando a vieja Havana, entrando em suas construções centenárias, caminhando em seus museus, Havana é a bela cidade… Um pouco sob o fio da navalha pretende apresentar uma visão isenta (se isso é possível) sobre Cuba e suas circunstâncias

Leia Excertos do livro | Apreciações

Livros em co-autoria

A Paz como Caminho

Capa do Livro: A Paz como Caminho

A paz é, de longe, o combustível mais importante para fazer girar o motor da História. Pensadores e filósofos de todos os tempos se debruçaram sobre o tema, dissecaram as motivações que levam ao estabelecimento de uma paz duradoura e delinearam um mundo livre do bacilo das guerras. Se por um lado a história humana pode ser lida como a eterna luta do humano por uma convivência pacífica, por outro lado, pode igualmente ser vista como o acumulo de de guerras e conflitos que transbordam do plano individual para o familiar, do familiar para o social e do social para os interesses nacionais. No entanto, tudo começa pelo indivíduo. (…)

Leia Excertos do livro

Direitos Humanos: Conquistas e Desafios

Capa do Livro Direitos Humanos: Conquistas e Desafios

Livro que assinala o 50o. aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948/1998), organizado por Reginaldo Castro, Presidente da OAB e prefaciado por Koffi Annan, Secretário Geral das Nações Unidas, 30 juristas e pensadores são convidados a comentar os 30 artigos da Declaração Universal. Washington Araújo reflete sobre o Artigo 7o. e faz a introdução da reflexão de Lygia Fagundes TellesEncontrá-se em segunda edição, desde o seu lançamento em 8 de dezembro de 1998 e é editado pela Letraviva.

Leia Excertos do livro

Quem está escrevendo o futuro?

Capa do Livro Quem está escrevendo o futuro?

Inspirados pelo texto da Comunidade Internacional Bahá’í intitulado ‘Quem está escrevendo o futuro? Reflexões sobre o século XX’, Washington Araújo foi solicitado a fazer a coordenação editorial dessa obra que reúne 25 pensadores, teólogos, jornalistas, filósofos, empresários, educadores, políticos, etc.. O livro conta ainda com 21 fotografias de Sebastião Salgado e os direitos autorais foram integralmente cedidos ao UNICEF no Brasil.

Leia Excertos do livro

Migrante Cidadão

Capa do Livro Migrante Cidadão

A nova perspectiva de direitos universais do cidadão não pode dar espaços para alimentar as exclusões, os racismos, a indiferença para com o drama humano do migrante. Todas as nações deveriam ser capazes de ter portas abertas a todo e qualquer ser humano. O egoísmo das nações é o grande obstáculo para a prática da cidadania globalizada e solidária. O grande desafio é o de como construir essa cidadania do mundo, voltada para a superação de todas as barreiras que limitam a livre circulação dos migrantes. Washington Araújo, Hélio Bicudo e outros abordam com maestria o drama e o desafio apresentado pelos migrantes em todas as partes do mundo.

(Com Johan Konigs, Hélio Bicudo, Paulo Suess e outros. Ed. Loyola, 2001)

Leia Excertos do livro

Liderança em Tempo de Transformação

Capa do Livro Liderança em Tempo de Transformação

Deus tem estado longe de praticamente toda argumentação dos doutrinadores da administração e da gestão empresarial e tem ficado a anos-luz das discussões sobre a liderança e os líderes no mundo ocidental. Este livro de Washington Araújo e Roberto Crema, no entanto, inclui a divindade como questão essencial e coloca a plena espiritualidade como meta da liderança e dos líderes. Pressupõe que o nosso tempo de seres em agonia precisa não de pessoas materialmente mais ricas, de “organizações” muito mais poderosas, mas simplesmente de homens e mulheres melhores e que se percebam como integrados ao mundo, à natureza, ao Cosmos. Esta é a alentada conclusão a que chegam esses dois pensadores humanistas. E é preciso confiança na divindade para que sejampos plenos, lídere sou não.

(Com Roberto Crema. Letraviva, 2001)

Leia Excertos do livro

Diálogo entre Civilizações

Capa do Livro Diálogo entre Civilizações

A história está repleta de tragédias que se abatem sobre a sociedade humana apenas porque alguma qualidade ética, moral ou espiritual quando da resolução de conflitos não foi observada ou assimilada e assim, inexistindo um método eficaz para a tomada de decisões cruciais, crescem enormemente, desaguando em carnificinas amparadas unicamente pelo preconceito insidioso e na falta de intenções puras e sinceras entre as partes envolvidas. Há que se acreditar que não apenas doença contagia. Saúde também pode contagiar. E o contágio da saúde se dá através da cooperação. As Nações Unidas acreditam, desde sua fundação em 1945, que existem centenas de valores que são compartilhados por toda a humanidade. E mais, a própria ONU foi fundada na crença de que o diálogo pode – e deve – triunfar sobre a discórdia, que a diversidade é um presente a ser celebrado e que a maioria dos povos do mundo está unida por sua humanidade muito mais do que dividida por suas diferentes identidades.

(Com Lia Diskin, Alex Polari – Edições Unesco. 2002)

Leia Excertos do livro

Refugiados: Realidade de Perspectivas

Capa do Livro Refugiados: Realidade de Perspectivas

O Brasil importa-se com os refugiados e, na medida de sua capacidade, acolhe-os comprometendo-se a lhes dar assistência compatível àquela dispensada aos nacionais. Numa época em que as fronteiras se fecham num pavor xenófobo nunca visto, em que sangrentas guerras destroçam cruelmente etnias quase inteiras e os ódios raciais e religiosos se acirram para levar cada vez mais a mortes e destruição, o gesto de boa vontade brasileiro resplandece como estrela d eprimeira grandeza para quem, defendendo o primordial dos direitos, o único que lhe restou – a própria vida -, luta como autêntico herói para manter a derradeira gota de esperança e, com dignidade, recomeçar.

(Com Hélio Bicudo, Christian Koch e outros. Ministério da Justiça. 2003)

Leia Excertos do livro

Próximos Lançamentos

  • Desafios da Globalização
  • Ler é preciso
  • Amar é preciso

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado